sábado, 17 de julho de 2010

A maldição dos No Doubt

Essa semana, não sei bem a que propósito, eu me peguei lembrando os anos 90 e me deu uma vontade danada de ouvir músicas dessa década. Entre outras coisas, eu lembrei do meu primeiro beijo. Back in 1996. Beijo de língua, lembro perfeitamente.

Eu ia fazer treze anos e todas as minhas amigas tinham beijado, menos eu. Claro, eu era a mais nova da turma e não tinha peitinhos. Ok, não é que eles tenham crescido muito mais depois disso... Mas eu me sentia o verdadeiro patinho feio e aos 12 anos já fazia planos de ser uma empresária bem sucedida e não casar nunca.

Até que, na festa de aniversário de 15 anos da Claudiane um menino veio na minha direção e disse:

- O meu amigo quer conversar com você.

Podem rir, mas naquela época era assim que se fazia. O menino, quando estava interessado, mandava o amigo para dar o recado "botar você na fita dele". Aí eu fui, né? Desde pequena eu aprendi a não desperdiçar oportunidades.

Fomos para um canto da sala e eu beijei o cara. Ou ele me beijou. Nem sei. Mas a questão aqui nem é essa. Gente, estava tocando o "Don't Speak" dos No Doubt!

Essa música era o maior sucesso e eu, que não sabia chongas de inglês, achava que era a música mais romântica do mundo. Afinal tinha uma moça loura que cantava com uma voz chorosa e estava rodeada de homens. Isso só podia ser amor, certo?

Errado. Como eu vim a entender uns anos mais tarde, essa música é sobre um relacionamento que deu super errado e a voz chorosa é porque ela está triste de tudo estar terminando.

O pior é que foi ao som disso que eu dei o meu primeiro beijo!!! Não é que eu seja supersticiosa, afinal eu tenho um gato preto, mas ter o "Don't Speak" como música de primeiro beijo é pedir pelamordedeus para ter uma vida amorosa que se assemelhe a um acidente de viação.

Neste caso, o que me resta agora é fazer um blog e reclamar sobre isso.

4 comentários:

Tati disse...

Hahahahahahaha... sabe, quando rola esse momento "flashback" geralmente vem acompanhando as risadas, as modinhas da época... a tensão desnecessária.
No meu primeiro beijo [eu tinha 12 anos, o garoto, 14] não teve trilha sonora. Ele tinha "pegada" de meninos mais velhos [coisa que eu só fui descobrir tempos depois, com um pouco mais de experiência].

Só sei que a música sempre fode tudo: o meu primeiro namorado [eu tinha 14 e ele 15] quando ficamos juntos pela primeira vez, tocava Rush Rush, da Paula Abdul. E mesmo depois de 16 anos [hj tenho 31] eu ainda lembro da situação quando escuto essa música. Foda, foda!

Alex Page disse...

bom... podes apenas ouvir o titulo da música interpretando como um "não fales. apenas beija"... não devias de ligar ao resto da letra XD
mas yah... acontece disso... mas paciencia... a música é linda e os anos 90 tinham umas grandes músicas!

Larissa Bohnenberger disse...

Oie!!! fazia tempo que eu não vinha te fazer uma visita, mulher! Já estava com saudade. Agora, com licensa:

Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahah!

Essa foi ótema! Sabe que eu não faço a mínima idéia de que música estava tocando durante o meu primeiro beijo? Portanto não posso dizer o quanto minha vida amorosa (ou a ausência dela) pode ter sido influenciada pela trilha sonora da minha iniciação. Mas lembro que na minha época o amigo do cara interessado ia falar a amiga da gente. Aí a amiga da gente chegava de fininho, perguntava se estávamos interessadas no fulaninho lá, dávamos a resposta e ela passava adiante, como telefone sem fio. Ah, como eram simples aqueles tempos...

Bjs!!!

JP disse...

Ana,

O melhor a fazer é ouvir a música sem ligar à letra. Pensa que estão a cantar em chinês, i.e., mandarim. Se conseguires, claro!

Gostei do blog. É simpático (como a autora...) e tem algumas frases bem cómicas.

Keep on!