quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Leitura na Escola

A professora de português do meu irmão de 14 inventou um programa que tendencialmente aumenta os hábitos de leitura das crianças. Quer dizer, não sei se ela inventou. Talvez tenha copiado essa ideia de uma época pré-internet, onde essa ideia realmente funcionaria.

O negócio é o seguinte: todos os meses cada aluno tem que levar para a escola um livro que pretende ler durante aquele mês. Ele chega na aula com o livro, lê a contracapa e cerca de duas páginas e depois se compromete a ler o dito cujo. No final do mês, para mostrar que leu, tem que entregar para a professora um resumo do livro em duas páginas A4.

No primeiro mês o meu irmão assaltou a minha biblioteca e levou o "Capitães de Areia". A professora achou muito bonito que ele lesse um mestre da literatura brasileira. E ficou muito impressionada com o resumo que ele fez, copiado quase integralmente da Wikipédia.

*Pausa para lembrar a infância nos anos 80*

Eu sou do tempo que você fazia trabalhos em cartolinas e folhas de papel almaço. Que quando errava, tinha que começar tudo do zero. E ia para a biblioteca fazer pesquisas em enciclopédias. Nessa época os trabalhos de grupo eram bem mais divertidos. Hoje, com a internet, basta uma boa pesquisa porque, se existe, está no Google.

*De volta para o futuro*

Ontem a minha mãe foi chamada na escola do meu irmão. O que nós estranhamos, porque o meu irmão, apesar de preguiçoso, é bom aluno e se comporta bem. E ele chega em casa, rindo. A minha mãe lança ares de reprovação para mim. PARA MIM!!!

- O que aconteceu, Bê?
- Foi por causa do livro desse mês. *Diz ele, rindo*
- É que eu levei para a escola um livro teu que era fininho e tinha um título legal. Aí quando eu comecei a ler para a turma eu tive que parar...
- Por quê?
- Ah você sabe... Aí a professora tomou o livro da minha mão e começou a ficar vermelha e mandou eu sentar e chamou a minha mãe.
- Mas que raio de livro era esse?
- A Casa dos Budas Ditosos.

Ploft. Morri.

Bom, mas tendo em conta o interesse que o meu irmão apresentou para realmente ler este livro... Podemos dizer que a estratégia da professora foi um sucesso!

2 comentários:

Kell Alves disse...

hahahaha
É por causa dessas coisas q a educação não vai pra frente!(ôh, comentariozinho idiota!)
Mas, agora eu queria mesmo saber do que os budas ditosos tratam nesse livrinho.

Patrycia. Muito prazer! disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk. Imagino a cena rs. Imagino a cara da professora e depois, o interesse do restante da turma em conhecer a história do livro rsrs.