quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Meia noite no Rio

Ontem à noite eu fui a Paris. Através dos olhos de Woody Allen. Não posso dizer que sou fã, mas desde "Match Point" que eu tenho gostado de todos os filmes dele.

Meia-noite em Paris não foi exceção. Fui ver por acaso, num cinema charmoso em Ipanema com apenas 37 lugares e boa companhia.

A fotografia e a trilha sonora foram o que mais me encantaram no filme e me trouxeram essa nostalgia de Paris na década de 20. As poucas cenas do meu feio preferido como Salvador Dali e Owen Wilson num tom discreto de comédia deram leveza ao filme.

Meia Noite em Paris fala de passado, da nostalgia e essa mania da gente achar que "antigamente" (seja lá quando isso for) era tudo melhor. Será?


Maybe the present is a little unsatisfying because life is a little unsatisfying

1 comentário:

Larissa Bohnenberger disse...

Amei esse filme! Um dos melhores que vi esse ano!

Eu me tornei fã de Woody Allen com Dirigindo no Escuro, e desde então vi todos os posteriores, e alguns dos antigos. E me tornei realmente fã!

Bjs!