terça-feira, 4 de dezembro de 2007

O sexo, a cidade e eu

A cidade é Lisboa, o sexo é inexistente e as roupas estão longe de serem glamurosas.

Ok, até aí nada em comum, não fosse o facto de eu ter um Mr. Big na minha vida. Atenção! O apelido não tem nada a ver com certos e determinados atributos físicos.

Quem acompanhava a série sabia muito bem que, no fundo, a grande característica do Big era ser um homem "complicadinho". Desses que não sabe se vai, não sabe se pode, não sabe se quer, não sabe se fode.

E eu... Infelizmente tenho um fraquinho por homens assim. E logo eu que sou tão directa, tão prática com tudo...

O que é certo é que homem complicadinho mói o juízo. Faz a gente ficar procurando no outro sinais para interpretar. E tenta encontrar sempre um significado escondido em cada palavra, em cada gesto, em cada olhar.

Porque, na verdade, a gente procura é se achar no outro. E fica querendo enxergar aquele bocado de nós reflectido em outros olhos. Quer ver no outro o espelho dos nossos sentimentos. E vasculha, olha na luz, na sombra, e tenta deseperadamente encontrar o porquê de ele agir daquele jeito.

E não entende. E se confunde. Se não gosta, porquê não dizer logo?

É mais fácil quando a pessoa simplifica. Será que dizer “eu te amo” é assim tão difícil?

12 comentários:

JulianaGomes disse...

Gostei do texo.. ams gostei mais do layout! parabénss

bjos

Rharry Belloti disse...

O texto tá legal... mas, a gente tem que se contentar que certas pessoas não conseguem dizer eu te amo nunca, nem depois de muito tempo amando. Você tem mesmo é que sentir que essa pessoa te ama, ou então...ah, sei lá pow! Eu não entendo nada de amores e relacionamentos, é melhor ficar quieta. Beijo.

deivid disse...

nem sempre a pessoa tem coragem de dizer logo assim de cara.Pos o medo de levar um não (algo negativo) e maior do que falar um sim (que no caso é "eu te amo")!
o objetivo é ter paciência e tentar fazer um bom investimento (se valer a pena)!^^

Otávio B. disse...

às vezes pode ser difícil demais pra pessoa, e ela pode ser meio travada pra dizer coisas como "eu te amo" ou "vem" logo de cara...

Mas nada que um pouco de jogos de sedução e de demonstrações de carinho não resolvam...

Boa sorte

Beijos

http://espadadotemplario.blogspot.com/

Camila Passatuto disse...

Falar "eu te amo" é mto fácil, em duas situações: qdo há banalidade na relação, ou qdo existe amor mesmo...tirando isso é mto foda falar um: eu te amo...

Mariana disse...

Estou encantada com seu blog, Ana.
MESMO! Parabéns.
Beijinhos e voltarei sempre.
www.erasoumamenina.blogspot.com

Thaís disse...

Pra muitos dizer eu te amo é um desafio,para outros já é clichê!
Demonstrar amor é tão complicado,você nunca sabe se é aquilo que a pessoa esperava,aiai é muito pra minha cabeçinha
haha

:)

Lara Sousa disse...

Nuss vc eh totalmente diferente de mim, pra mim ja basta eu ser complicada, o outro tem q ser bemm sussa se não a gente "indoida"
mas concordo com vc pq eh tão dificil pras pessoas dizerem o que sentem de verdade

;D

beeijo

Descharth disse...

Cara, quando vc falou do tal Mr.Big, confesso que deu um complexo de inferioridade, ainda bem que foi explicado que o big não é tão Biiig assim, quiçá um biguinho.
é.. Nós Homens complicados somos uma complicação que fascina as mulheres.Mas saiba que em muitas vezes o não saber dizer "te amo" é puro charminho para não deixar a pessoa alvo mais metida ainda. ( eu disse mais)
A cidade é Lisboa, o sexo é inexistente e as roupas estão longe de serem glamurosas. Ah se é assim nem vou mais a Lisboa te visitar.

Anjo, valeu pela indicação e pelo exagero das suas palavras.
Beijão

Cusco em procissão disse...

nao devemso banalizar o amor
nao dizer eu te amo pra priemira pessoa que a gente encontra por ai
pq isso é banalização
coisa de normal

Fabiano disse...

Muito bom seu blog, parabéns! :)

Johnny M. disse...

Eu tenho uma menina que se encaixa na descrição do Mr. Big. Ela é a incógnita em pessoa.