segunda-feira, 4 de maio de 2009

Dá saudade

Ele me dá saudade. Porque ele liga. Sem dizer que vai ligar. Tem vontade, pega no telefone e manda um "oi". Simples assim, como deveria ser sempre.

Ele me dá saudade. Porque não liga. Porque não tem data, nem hora, nem frequência para ligar. Por isso surpreende sempre. Por isso é imprevisível. Não cria expectativas nem rotina. Porque não inventa desculpa para não ter ligado antes.

Ele me dá saudade. Porque se interessa. Porque sabe ouvir e quer fazer parte do meu dia a dia. Mesmo estando (literalmente) a meio mundo de distância. Porque conversa. Porque não bajula nem desperdiça elogios. Porque não complica, não perde tempo em rodeios desnecessários.

Ele me dá saudade... E saudade é chata demais...

4 comentários:

By Mari Molina disse...

Ah Analu!!! Saudade... que coisinha complicada que é a saudade!

MaxReinert disse...

ahhhhhhhhhhhh....saudade maaaaata!!!!!

outrocantinhomari disse...

saudade ... coisinha mais chata essa, que nos faz suspirar o tempo todo :) :)

bijinho*

Tati disse...

1. admiro pessoas que não disperdiçam elogios.
2. admiro mais ainda aquelas que deixam saudades