quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

5 coisas

4 comentários:

Tati disse...

Tempos atrás, presenteei um sujeito bem interessante com um Neruda, cheio de versos, cheio de boas [e más] intenções.

Pedro Mateus disse...

Esse gajo era um bocado necessitado não? Abro mão da Primavera para que continues a olhar nos meus olhos? :D

Larissa Bohnenberger disse...

Ah, Neruda...

Patrycia. Muito prazer! disse...

Sem comentários! É Neruda!