sexta-feira, 21 de março de 2008

Pena...

... que nessas linhas eu não consiga reproduzir o som do teu riso,

... que eu não consiga expressar correctamente a luz que se faz em mim quando eu te vejo,

... que eu não saiba colocar aqui as memórias que partilhamos,

... que não seja possível descrever como é gostoso encostar no teu peito,

... que eu não tenha capacidade de exprimir com palavras tudo o que você diz só com o olhar.

Mas eu sinto. E, por agora, é suficiente.

boomp3.com

7 comentários:

blog disse...

Como fazer um "comentário maldoso" após ler uma declaração de amor ao próprio amor?
A isso chamo metalinguagem sentimental.
Esse tom de confissão tb me agrada muito, utamente porque honestidade e amor têm de caminhar juntos.
Bom ler isso no começo de dia.
Abraços, menina.

ROBERTA disse...

Garota apaixonada, inspirada e sincera no que diz. Pro amor realmente não existe palavras... Meninaa! gostei muito do que tu escreveu nesse e em outros posts. Vou linkar você no meu blog, pq quero sempre estar por aqui!... Parabéns viu!.. grandee poetaa advogada!!! rsrs..

beijinhus.

Rharry Belloti disse...

Sabe, essas tecnologias conseguem reproduzir momentos, imagens, palavras, melodias...mas nunca conseguirão reproduzir a mágica que há em cada uma dessas coisas. Por outro lado conseguem despertar algo muito diferente, em nós, a saudade.

Beijo*

fOr'll'y disse...

muito legal isso.
realmente está amando e sabe colocar isso de uma forma muito interessante!

Euzer Lopes disse...

N�o precisa exprimir em palavras o que sente.
Sentir ainda � o mais importante.

Saulo disse...

O importante é que você sente, e além de sentir, se expressa muito bem.

Paty Tiemi disse...

Parabéns pelo blog, tá muito bonito, com o cabeçalho personalizado, tudo bem organizado...

E se eu conseguir ter idéias pra escrever como vc tem, vou ficar mto feliz, porque seu blog tá excelente!