sábado, 15 de setembro de 2007

Eu não existo sem você



Gente, olha que gracinha esse vídeo que eu encontrei no Youtube! A menina tem uma voz linda, doce. E... Que gosto musical hein?! Amei e resolvi divulgar aqui no meu cantinho.

Eu admiro quem sabe tocar um instrumento e cantar. É um talento que eu definitivamente não possuo. A única coisa que eu sei tocar é campainha...

E que música linda né?! Vinícius tinha o dom de escrever tudo aquilo que a gente poderia querer dizer ao nosso "mais que tudo". Por isso, faço minhas as palavras de Vinícius e hoje vou deixar ele falar por mim o que eu não tive coragem de dizer.

Eu não existo sem você (Vinícius de Moraes)

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim

Que nada nesse mundo levará você de mim

Eu sei e você sabe que a distância não existe

Que todo grande amor só é bem grande se for triste

Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer

Pois todos os caminhos me encaminham prá você

Assim como o oceano só é belo com o luar

Assim como a canção só tem razão se se cantar

Assim como uma nuvem só acontece se chover

Assim como o poeta só é grande se sofrer

Assim como viver sem ter amor não é viver

Não há você sem mim e eu não existo sem você

3 comentários:

Jane disse...

aiiiiiiiiiiii..q lindo..qs chorei..lindo ,lindo lindo..
a voz da menina deixa mais lindo ainda!!!

Coelho Carnívoro disse...

eu tb adoraria saber tocar um instrumento... até comecei a ter aulas uma vez

mas quem nao tem jeito nao tem mesmo ^^

Leon K. Nunes disse...

hehehe, tocar é uma dádiva, mesmo. Eu adoro tocar, embora esteja longe de ser um músico. Lembro-me das belas aventuras de quando montei uma banda. E às vezes, parece cair no que já é manjado, mas não há prazer maior do que tocar e cantar música romântica, poder criar algo que possa tocar, de fato, alguém.

Conquistar alguém, por música e versos, vale pela maior parte das outras conquistas. É das poucas coisas que nos fazem pensar que a vida vale a pena. Se vale ou não, isso é outra discussão.

Bela opção de postagem. Principalmente pela escolha em recitar Vinícius!