terça-feira, 4 de setembro de 2007

Eu brinco com a coelhinha


Quando uma pessoa está a procura de emprego procura sempre impressionar na entrevista. Compra roupa, deixa o cabel impecável, lê aquelas técnicas de como se comportar, o que dizer, gestos a evitar e tudo mais para ser o candidato perfeito.


Eu, que não sou excepção, me preparei ao máximo para a entrevista no dia seguinte. Tinha visto o anúncio na Internet e achei a minha cara. No dia da entrevista choveu como eu nunca vi chover em Lisboa. Fiquei com as minhas calças novinhas da Zara encharcadas até ao joelho. Quando eu cheguei na empresa eu pingava. Aliás, pingava é pouco. Eu chovia.


Pedi desculpa pel meu estado deplorável e começou a entrevista. Ela fez aquelas perguntas normais sobre a experiência profissional, analisou meu CV, perguntou sobre a faculdade e minhas expectativas para o futuro. Eu, que já tinha ensaiado e revisto mentalmente as respostas, fiz o maior marketing pessoal que me foi possível. E as perguntas continuaram:


- E o que você gosta de fazer nos seus tempos livres?
- Ah, gosto de ir ao cinema, ler, passear na praia, ir à academia, sair com os amigos...
- E o que você faz quando está em casa?
- Vejo televisão, navego na internet e adoro brincar com a minha coelhinha.
Silêncio. Notei uma certa estranheza na entrevistadora. Vendo que ela não falava continuei.
- ...eu passo bastante tempo brincando com a coelhinha lá em casa.
- Mas... Como assim "coelhinha"?
Encolhi os ombros e disse:
- Coelhinha, diminutivo de coelha. O meu animal de estimação.
- Ah... Você tem um coelho? Um animal?
- Sim...
Fiz aquela cara de "no quê você estava pensando?". E não pude deixar de reparar na cara de alívio da entrevistadora. Afinal, era só um bichinho. Eu não era uma maluca tarada...


No fim das contas acabei ficando com o emprego. E, até hoje, nada me tira da cabeça que a minha coelhinha me ajudou a garantir a minha vaga...


Quem quer brincar com a minha coelhinha?

4 comentários:

Rafael Pereira disse...

Legal sua historia sobre seu primeiro emprego. É realmente sua coelhinha a ajudou ou deu sorte de alguma maneira, mais sua preparação tambem a ajudou a enfrentar o teste da entrevista de emprego que sempre é complicada

César Fernández disse...

UAHUAHUAHUAHAUHAUHAUHA

ótima história!
rsrsrs

pés de coelho funcionam melhor quando ainda estão no coelho^^

Anónimo disse...

gostei de sua coelhinha...

punks76 disse...

isso é q é uma coelhinha que dá sorte, tbm pudera, 4 pés de coelho.

só por curiosidade, o nome da coelhinha seria ferradura, figa ou trevinho de 4 folhas?

tenha uma ótima semana.