quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Hoje é só conversa!

Ah, hoje éu quero falar de mim! E vai ser diarinho mesmo! Se não gosta leia o post abaixo que é sobre o “Tropa de Elite”. Ou então clique aqui (http://mulherhonesta.sites.uol.com.br/) e leia o texto maravilhoso da Ailin Aleixo que se chama: “38, o número da besta”. Ou então deixe um comentário dizendo que o post está uma porcaria e para eu tomar vergonha na cara e parar de escrever essas idiotices.

Esse tempo chuvoso é uma bosta. Me deixa com enxaquecas. Sem contar que esqueci a rede lá fora e ela apanhou chuva durante toda a madrugada. Ok, acho que está na hora de concluir que o verão acabou definitivamente e deixar a rede em “stand by” próximo mês de Maio. Grunf...

E por falar em “standy by”... Agora quem está em “stand by” sou eu. A espera que “ele” chegue. É como se o mundo tivesse perdido os sentidos. Sem cor, sem cheiro, sem gosto, sem música... A gente se fala todos os dias e isso só aumenta a ansiedade. Se eu pudesse eu dormiria por 8 dias.

E por falar em dormir... Tenho tido uns sonhos esquisitos com o meu carro e com o meu ex. Não! Não com os dois ao mesmo tempo. Uma vezes com o carro, outras vezes com o ex. É daquelas coisas que só Freud explica.

E por falar em ex... A minha casa está parecendo um campo de refugiados com todas as coisas que ele trouxe no sábado. Já guardei as roupas, agora falta o resto. E é tanta coisa... Como a gente acumula tralha numa vida né? Decidi que eu vou jogar fora tudo eu tenho mas que eu não lembrava que eu tinha. É porque se eu não lembrava que eu tinha é porque não faz falta. E se não faz falta não faz sentido guardar.

Mas agora mudando de assunto... Hoje tive mais uma prova de como o mundo é pequeno. E não é que aquele cara que combina perfeitamente com a mobília do meu quarto passou a prestar serviços na minha empresa?! Esbarrei com ele sem querer. Ficamos meio sem graça. Eu derrubei as folhas, ele deixou as chaves caírem... E a minha V. assistindo de camarote à minha “comédia da vida privada”. Hummm... Isso não vai dar certo...

E por falar em dar... Bom, essa história vai ter que ficar para outro dia! Ah, e Portugal às vezes me assusta. Ainda ontem recebi um telefonema de um colega. Vejam bem isso:

- Boa tarde fala a Ana.
- Sim Ana? É D, a C não está?
- Não Sr. D., mas É alguma coisa que eu possa ajudar?
- É só para avisar que eu vou chegar um pouco mais tarde. É que eu vou com o R levar a pica.
- O QUÊÊÊÊ?!?!?!?!?
- Vamos tomar a vacina da gripe.
- Ahn... Boa pica então!!!

Existem coisas com as quais eu não me acostumo mesmo com quase dez anos de Portugal... E uma delas é que pica quer injeção...

3 comentários:

Lili disse...

Olá, estou passando pra conhecer aqui, achei bem legal,
bjinhusssss

menina lunar disse...

Como a lili, essa é a minha 1ª visita...
Ah, ri muito aqui com a história da injeção, eu também não me acostumaria mesmo, rsrs!
O texto sobre "Tropa de Elite" está muito bom.

Beijo gigante!!

Quem tecla não chora disse...

kkk... e eu ao contrário de ti sou aquela portuga a viver no Brasil e passo pelas mesmas coisas!!bjj:)